Bancári@s do BB em todo o país paralisam as atividades contra a reestruturação

Nesta sexta-feira (29), agências, postos de atendimento, escritórios e outras unidades do Banco do Brasil pararam suas atividades contra o plano de reestruturação da direção da instituição e em Guarulhos a diretoria do Sindicato percorreu agências de sua base para dialogar com os trabalhadores e trabalhadoras sobre o desmonte proposto pelo governo. 

 

 

O movimento alcançou todo o país, em um sinal da rejeição por parte dos funcionários do plano de restruturação da direção do banco, que prevê cinco mil demissões e fechamento de centenas de agências, postos e escritórios do BB.    

 

 

A paralisação ocorreu tanto nas capitais e grandes cidades, como em municípios do interior.     “A paralisação no dia de hoje foi muito boa. Muitos bancários entenderam a importância de cruzar os braços. Não foi uma paralisação contra o nosso trabalho, mas para cobrar respeito e dignidade por parte da direção do Banco do Brasil”, explicou o coordenador nacional da Comissão de Empresa dos Funcionários do Banco do Brasil (CEBB), João Fukunaga. Além da paralisação, houve também um tuitaço com a hashtag #MeuBBvalemais.    

 

 

Negociação     Na semana que vem, será avaliada a mobilização e sua continuidade, caso a direção do Banco do Brasil se recuse a dialogar com seus funcionários sobre eventuais mudanças no banco. “A Comissão de Empresa vai se reunir na próxima semana, junto com o Comando Nacional, para avaliarmos como foram os atos no Brasil inteiro. Vamos montar um novo calendário de lutas caso o banco não nos chamar para a negociação. Não descartamos a possibilidade de greve dos funcionários do Banco do Brasil”, afirmou o coordenador da CEBB.    

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

loading