Banco do Brasil pagará incorporação de gratificação e Contraf-CUT analisará se postura adotada está de acordo com decisão

Bancários e bancárias do Banco do Brasil (BB), que exerceram função gratificada por 10 anos ou mais, terão a gratificação incorporada, é o que informou o BB no processo judicial sobre o assunto na última segunda-feira, dia 4. A medida foi adotada em cumprimento à decisão da Ação Cívil Pública (ACP) e ajuizada pela Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT).

 

Apesar de tratar-se de cumprimento de decisão liminar, a determinação foi mantida em Segunda Instância e os pagamentos serão feitos com base na média dos valores recebidos na última década.

 

De acordo com o BB, os valores incorporados serão pagos no dia 20 de dezembro de 2017 sob a rubrica 480 – Demanda Judicial Pagamento, mas excluirá o crédito de quem recebe remuneração maior do que a que resultaria com a incorporação média dos valores recebidos nos últimos 10 anos e os bancários e bancárias que já recebem a média das gratificações da última década. Por este motivo, a Contraf-CUT analisará o caso para garantir o direito e o pagamento da incorporação a todos que tenham direito.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *