Bancári@s do Banco do Brasil aprovam greve em protesto contra desmonte da instituição

Em assembleia virtual realizada nesta segunda, dia 25, bancárias e bancários do Banco do Brasil aprovaram com 90% dos votos válidos a proposta de paralisação por prazo determinado na próxima sexta, dia 29, em protesto ao desmonte proposto pelos gestores da instituição. Nesta quinta, dia 28, haverá uma reunião virtual às 18h para organização da paralisação.     Também nesta segunda, a diretoria do Sindicato dos Bancários de Guarulhos e Região organizou uma plenária virtual com bancários e bancárias de sua base de atuação para reforçar a posição da assembleia. “O que o governo chama de reestruturação é, na prática, o desmonte do banco, com previsão de fechamento de centenas de agências, postos de atendimento e escritórios, além da demissão de cinco mil bancários e bancárias”, explicou o presidente do Sindicato, Luis Carlos dos Santos.     Ação sindical – O Sindicato dos Bancários de Guarulhos e Região tem atuado na conscientização dos funcionários e funcionárias do banco e posicionando-se contra o desmonte do banco público, organizando atividades e dialogando também com a população, explicando ponto a ponto a intenção do governo federal: demitir trabalhador@s, fechar agências, precarizar o atendimento e convencer o povo de que o BB não é lucrativo e de que a privatização é o melhor caminho, quando não é.     Apenas nos primeiros nove meses de 2020, um ano atípico e de pandemia, o BB lucrou mais de R$10 bilhões. “Como entidade sindical, manteremos as mobilizações permanentes e organizaremos mais plenárias, além de ações nas mídias sociais e nas ruas. No dia da greve também recomendamos o uso de roupas pretas pelos bancários e bancárias, deixando claro a insatisfação e revolta com as medidas propostas”, concluiu o presidente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

loading