Em atividade do Comitê de Luta Luiz Gushiken, Sindicato recolhe assinaturas contra Taxa do Lixo na Vila Galvão

A manhã de quarta-feira, 29, foi agitada na rua Treze de Maio, na Vila Galvão, em Guarulhos. Em mais uma atividade do Comitê de Lutas do Ramo Financeiro Luiz Gushiken, a diretoria do Sindicato dos Bancários de Guarulhos e Região recolheu assinaturas contra a Taxa do Lixo, em vigor desde maio na cidade, e dialogou com a população sobre o encarecimento dos preços e elevação do custo de vida impostos ao povo durante o governo Bolsonaro, além de abordar as negociações entre Comando Nacional e Fenaban.

 

 

Os diretores e diretoras presentes no ato distribuíram um material informativo sobre a nova cobrança que obriga guarulhenses a arcarem os custos de varrição e coleta de lixo. “Moro nessa cidade desde criança e já tivemos sim muitos problemas, porém nunca vi um governo tão irresponsável e tão sem cuidado com as pessoas. Minha cobrança é de R$300 (ano), mas tenho conhecidos aposentados com um salário mínimo que receberam cobranças absurdas, comprometendo boa parte do salário”, explicou José de Oliveira, aposentado.

 

 

Durante o uso da palavra, o presidente do Sindicato reforçou o papel cidadão da instituição, colocando-se ao lado do povo na luta contra mais um imposto. “Estamos na rua fazendo nosso papel social, na tentativa de amplificar a voz dos cidadãos e cidadãs. O prefeito usa uma Lei Federal que fala sobre gestão de resíduos sólidos para justificar a criação da taxa, mas é mentira! A Lei Federal não obriga a criar mais um imposto, havia alternativas, mas onerar o bolso dos trabalhadores e trabalhadoras foi a escolha desse governo”, relatou. 

 

José Luiz Ferreira Guimarães, diretor do Sindicato e ex-vereador de Guarulhos, reforçou a importância em defesa do guarulhense e relembrou que o munícipe da cidade paga a maior taxa do país por uma decisão do prefeito de Guarulhos e dos vereadores que aprovaram a Lei Municipal 7.398/2021, a verdadeira responsável pela criação da taxa. “É importante que todos saibam que Guti não fez nada sozinho, a população pagará um valor absurdo nesse imposto porque os vereadores e vereadoras da cidade aprovaram esse projeto de lei, colocando mais uma conta nas costas da população”.

 

CONHEÇA OS VEREADORES QUE VOTARAM A FAVOR DA TAXA DO LIXO EM GUARULHOS

 

  • André Alves (Cidadania)

  • Carlinda Tinoco (Republicanos)

  • Carol Ribeiro (PSDB)

  • Danilo Gomes (DC)

  • Dr. Alexandre Dentista (PSD)

  • Geleia Protetor (PSDB)

  • Geraldo Celestino (PSC)

  • Gilvan Passos (PSD)

  • Jaime Junior (Republicanos)

  • Joemilio Neres Amaral (PSC) suplente de Pastor Anistaldo (PSC)

  • Jorginho Mota (PTC)

  • Karina Soltur (PSD)

  • Lamé (MDB)

  • Lauri Rocha (PSD)

  • Leandro Dourado (PTC)

  • Luís da Sede (PSD)

  • Fausto Martello (PDT)

  • Paulo Roberto Cecchinato (PTB)

  • Rafael Acosta (DC)

  • Romildo Santos (PSD)

  • Sandra Gileno (Patriota)

  • Sérgio Magno (Patriota)

  • Ticiano Americano (Cidadania)

  • Vanessa de Jesus (Republicanos)

  • Wellington Bezerra (PTC)

  • Wesley Casa Forte (PSB)

 

 

Caristia – Os trabalhadores e trabalhadoras no Brasil governado por Bolsonaro vivem, ou sobrevivem, um pesadelo todas as vezes que precisam pagar suas contas ou ir ao supermercado, está impossível arcar com os compromissos já que os preços não param de subir e a inflação já ultrapassa o índice de 11% ao ano. “Os comércios estão fechando, inclusive restaurantes. Isso é prova de que a situação está mesmo muito ruim, porque a população está sem dinheiro para comprar comida, então todo o comércio sofre com isso. Estamos aqui para defender o pequeno e o médio empresário, responsáveis por fazer a roda da economia girar, mas só vai girar se o povo tiver emprego e hoje temos mais de 12 milhões de desempregados”, disse o diretor e secretário de Comunicação do Sindicato, que reforçou também a importância dos bancos públicos na concessão de crédito aos pequenos e médios empreendedores. 

 

Mesmo quem tem emprego passa necessidades e encontra sérias dificuldades em alimentar sua família, a exemplo dos preços que estão fora de controle:

Em 2019, um kg de cenoura custava R$1,60. Em 2022 custa R$7,48 (aumento de 368%)

Em 2019, um kg de acém custava R$13. Em 2022 custa R$27 (aumento de 100%)

Em 2019, um kg de peito de frango custava R$6,90. Em 2022 custa R$17 (aumento de 143%)

Em 2019, 900ml de óleo de soja custava R$3,17. Em 2022 custa R$11 (aumento de 262%)

 

Estiveram presentes na atividade os diretores Adaílton Patrício, João Cardoso, Jony Helder, Roberto Leite, Júlio César Macedo, José Luiz Ferreira Guimarães, Adjackson Ferreira, Itanir Batista, Jessé Costa, Isane Silva, Sara Lee, Daniella Cuccio e  Gilmar Oliveira.

 

 

________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Sindicato lança atividades do Comitê de Luta do Ramo Financeiro Luiz Gushiken com coleta de assinaturas contra Taxa do Lixo, no Centro de Guarulhos

22.06.2022

Nas ruas e ao lado da população! A diretoria do Sindicato dos Bancários de Guarulhos e Região esteve na rua Capitão Gabriel, agência 140 do Santander, em Guarulhos, na manhã desta quarta, dia 22, lançando oficialmente as atividades do Comitê de Lutas do Ramo Financeiro Luiz Gushiken e dialogando com o povo para recolher assinaturas em abaixo-assinado contra a Taxa do Lixo, em vigor desde maio na cidade. A atividade marcou também o início das negociações entre Comando Nacional e Fenaban pela Campanha Nacional d@s Bancári@s 2022.

 

 

Revoltada com a cobrança de mais um imposto, a população foi receptiva à proposta do Comitê Luiz Gushiken e fez fila para deixar sua assinatura e sua indignação contra o prefeito Guti.

 

O principal objetivo é estar onde o povo está, nas ruas. Só assim dialogaremos com todos e todas sobre as dificuldades enfrentadas pela classe trabalhadora para que nos reconheçam, enquanto Sindicato, como defensores dos interesses da sociedade. Essas pessoas que estão aqui hoje representam tod@s os guarulhenses contra essa cobrança abusiva, temos o apoio da população e lutaremos pela revogação desta lei até o fim”, explicou o presidente do Sindicato, Wanderley Ramazzini. 

 

 

Estiveram presentes na atividades os diretores Adaílton Patrício, Jony Helder, Roberto Leite, Júlio César Macedo, José Luiz Ferreira Guimarães, Adjackson Ferreira, Itanir Batista, Jessé Costa, Luis Carlos dos Santos e Gilmar Oliveira.

 

 

Campanha Nacional d@s Bancári@s – A quarta-feira, 22, também foi dia de iniciar as reuniões de negociações da Campanha Nacional d@s Bancári@s 2022. Estão sendo discutidos no encontro entre Comando Nacional e Fenaban o aumento real de 5% (INPC + 5%), aumento para vales refeição e alimentação, questões relacionadas à saúde, como acompanhamento d@s bancári@s com sequelas da Covid-19.

 

Calendário de negociações

Junho:
22 e 27/6

Julho:
6, 22 e 28/7

Agosto:
1, 3, 8, 11, 15, 18, 19, 20, 22, 23 e 24/8

 


13.06.2022

Comitê de Luta do Ramo Financeiro Luiz Gushiken

 
O Sindicato dos Bancários de Guarulhos e Região lançará na próxima segunda-feira, 13, a partir das 19h30, o Comitê de Lutas do Ramo Financeiro Luiz Gushiken, que organizará a mobilização de pessoas dispostas a organizar e planejar a reconstrução do Brasil. 
 
 
 
 
Transformar e resgatar a dignidade que brasileiros e brasileiras perderam nos últimos anos, agrupando e organizando pessoas com o mesmo objetivo  ao lado de outros comitês de luta espalhados por todo o país. 
 
 
 
O cenário político e econômico atual são os principais impulsionadores do projeto, pensar no que o povo tem vivido em suas comunidades dói a ponto de não haver outra opção que não seja a luta pela reconstrução do Brasil, pela defesa dos direitos e pela construção de uma consciência popular.
 
 
Serviço
 
Lançamento Comitê de Lutas do Ramo Financeiro Luiz Gushiken
Sede do Sindicato dos Bancários de Guarulhos
Data: 13 de junho
Horário: 19h30
Endereço: Rua Paulo Lenk, 128 – Jardim Zaíra/Guarulhos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

loading