1

One thought on “1

  • 9 de abril de 2019 em 15:59
    Permalink

    Sobre a palestra “empoderamento”, achei a temática incrível e necessária para o campo das inquietações atuais. A mesa teve seu destaque na fala e no tema apresentado, todavia observei “falas” contraditórias e perturbadoras de moça que teve direito a fala (uma bancaria) que verbalizou o seguinte “mãe, mãe Não deixa o filho 12 horas em um creche” (sic)…o que na minha ótica é contraditório e opressor, se o sindicato não conseguir “empoderar” seus filiados ficara difícil abrir o debate para a sociedade…vale salientar que Empoderamento feminino é o ato de conceder o poder de participação social às mulheres, garantindo que possam estar cientes sobre a luta pelos seus direitos, como a total igualdade entre os gêneros, por exemplo. Sou mulher, mãe e meu filho ja ficou 18 horas sob cuidados de terceiros, uma vez que para me tornar independente e romper com o ciclo de violência me vi forçada a exercer dois horários de trabalho para garantir a subsistência familiar. Acredito ser necessários outros movimentos como esse para que TODAS as mulheres tenham ciencia que algumas reproduzem com tristemente as artimanhas do patriarcado e o silencioso machismo.
    “No dia que for possível à mulher amar-se em sua força e não em sua fraqueza; não para fugir de si mesma, mas para se encontrar; não para se renunciar, mas para se afirmar, nesse dia então o amor tornar-se-á para ela, como para o homem, fonte de vida e não perigo mortal.” (Simone de Beauvoir)

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

loading