Sindicatos internacionais vêm ao Brasil para julgamento de Lula

Dia 24 de janeiro é dia de luta e de resistência, Porto Alegre será o palco do julgamento do ex-presidente Lula e delegações de sindicalistas de vários países vem ao Brasil para somar forças com os milhares de manifestantes brasileiros que farão vigília na cidade gaúcha. Organizações como a Confederação Sindical Internacional (CSI) e a InstriAll Global Union (sindicato mundial dos trabalhadores da indústria) se mobilizarão para a atividade, especialmente as unidades da América Latina.

Os presidentes das entidades citadas, João Felício (CSI) e Valter Sanches (IndustriAll) lembram que não é de hoje que os movimentos internacionais manifestam-se em defesa dos brasileiros, mas desde 2015 quando o golpe contra a presidenta Dilma Roussef e a democracia foi consolidado.

A movimentação tem o objetivo de defender a tão frágil democracia brasileira e também conta com o interesse da UNI Global Union, organização mundial de bancários e financiários, ISP (Internacional de Servidores Públicos) e da UITA (União Internacional dos Trabalhadores da Alimentação), que engrossarão o coro contra a nova etapa do golpe: impedir a candidatura de Lula. “A denúncia do golpe e a solidariedade à Lula continuarão nas agendas de lutas do movimento sindical internacional e não se esgotarão no dia 24 de janeiro”, relata o presidente da CSI, João Felício.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

loading