Apesar dos desmontes, Sistema Único de Saúde brasileiro é o maior do mundo

Apesar dos desmontes, da perda de leitos (mais de três mil desde 2009) e do maior ataque já registrado contra o sistema com a PEC do congelamento de gastos por 20 anos em 2016 no governo golpista de Michel Temer (MDB), o Sistema Único de Saúde segue sendo o maior do mundo quando o assunto é saúde pública e é por sua grandeza que devemos protegê-lo.

Protegê-lo da tentativa de diminuir sua importância para que haja uma possível privatização da saúde pública, um patrimônio que deve ser preservado para que o direito à saúde (garantido pela Constituição Federal) não corra nenhum risco.

Aproximadamente 70% da população não teria acesso à saúde se o SUS não existisse, além  disso ele é responsável pela realização de mais de um bilhão de procedimentos médicos todos os anos.

Até quem possui plano de saúde particular é usuário do sistema, já que todos os serviços da Vigilância Sanitária e Zoonoses são financiados por ele.

O SUS também é responsável pelo fornecimento de remédios e vacinação dos brasileiros e brasileiras e é graças a ele que os lugares mais afastados das grandes cidades têm atendimento médico.

Sem contar no papel essencial, desde o básico até a internação, no combate à pandemia do Covid 19 com realização de exames clínicos e demais procedimentos gratuitamente.

O SUS é importante. Defenda o SUS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

loading