Bancári@s infectados pelo Coronavírus devem solicitar abertura de CAT

Apesar da flexibilização das regras de isolamento social, a contaminação pelo Coronavírus ainda continua elevada, ainda com média de 45 mil infecções diárias em todo o país e sequelas ainda desconhecidas em órgãos como pulmão, coração e também no sistema nervoso e é por este motivo que bancários e bancárias que contraírem a doença devem solicitar a emissão da Comunicação de Acidente de Trabalho, a CAT, o mais rápido possível.

Desde abril, o Superior Tribunal Federal (STF) reconhece que a contaminação pelo novo Coronavírus pode ser considerada como doença ocupacional para todos aqueles que mantiveram sua rotina de trabalho. A emissão do CAT garante direitos trabalhistas e previdenciários e deve ser solicitada ao banco assim que houver a confirmação da infecção.

A emissão do CAT é garantida aos bancários e bancárias com diagnóstico confirmado e que tenham contraído o vírus no local de trabalho, não valendo para aqueles que atuam no esquema de home office. “Se houver negativa do banco, o bancário pode procurar orientação no Sindicato”, eexplicou a diretora e secretária de Saúde, Daniela Cucio.

“É um direito que deve ser resguardado, mas notamos que foram poucos os bancários e bancárias que solicitaram a abertura do CAT após diagnóstico da doença. Nós reafirmamos a importância de abrir o protocolo”, concluiu a diretora.

O Sindicato dos Bancários de Guarulhos e Região está de plantão durante a pandemia e o telefone para contato é o (11) 2440-7888.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

loading