Banco Santander altera horários de agências e desrespeita negociação

Em mais um desrespeito aos bancários e bancárias, o banco Santander alterou o horário de funcionamento das agências, informando seus funcionários e funcionárias através de um comunicado que o atendimento passa ser das 9h às 10h para população que pertence ao grupo de risco do Covid-19, e das 10h às 15h para o público em geral. Resumindo, o horário de atendimento foi ampliado em uma hora sem que houvesse nenhuma negociação com os representantes dos trabalhadores e trabalhadoras e Sindicatos.

 

O banco espanhol age de maneira desrespeitosa, indo contra as medidas tomadas pelas instituições financeiras durante a pandemia e flexibilizando atendimento sem negociação, agindo de forma autoritária e afrontando o Comando Nacional dos Bancários.

 

As atitudes do Santander não são novidade. Durante a crise sanitária que assola o mundo inteiro desde março, o banco havia se comprometido a não demitir ninguém até que a pandemia acabasse, mas dispensou mais de 600 mães a pais de família, mesmo tendo lucrado mais de R$3,8 bilhões no primeiro trimestre de 2020.

 

Agora, os gestores adotam mais uma medida que prejudica os trabalhadores e trabalhadoras, aumentando a exposição ao vírus e mantendo suas cobranças abusivas, a exemplo da campanha “Rumo a Mais um Milhão de Clientes”, que consiste em visitas para prospecção de clientes no auge da pandemia, colocando em risco tanto bancários quanto clientes.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

loading