Cineclube Incinerante exibe filmes sobre a Revolução Cubana e o rascismo contra um jovem periférico

No próximo dia 26 de janeiro, sábado, às 18hs, o Cineclube Incinerante, em parceria com o Sindicato dos Bancários de Guarulhos, promoverá a exibição de dois filmes, um longa e um curta-metragem. Em razão do aniversário de 60 anos da Revolução Cubana, um deles será Soy Cuba, uma co-produção Cuba-URSS realizada nos tempos da Guerra Fria (1964). O evento acontecerá na sede do Sindicato, que fica na Rua Paulo Lenk, 128, no Centro da cidade.

 

Soy Cuba foi produzido como parte dos esforços de cooperação política entre Cuba e a URSS. Para isso, a URSS enviou para a ilha caribenha um dos principais nomes de seu cinema na época, o diretor Mikail Kalatosov. Além de equipamentos de ponta e um grande número de técnicos, entre eles o fotógrafo Serguei  Urusheviski, responsável pelos belos e virtuosos planos-sequência do filme.

 

A obra retrata a vitória da Revolução sobre a ditadura de Fulgêncio Batista de forma épica e deveria servir como propaganda do regime cubano, no entanto, foi um fracasso de público tanto em Cuba como na União Soviética. Permaneceu esquecido por algumas décadas e, de forma curiosa, saiu do limbo por meio da ação de dois cineastas norte-americanos, Martin Scorcese e Fracis Ford Coppola, que promoveram sua estreia nos Estados Unidos em 1995.

 

O curta-metragem, por sua vez, também trata de um tema diretamente político. o filme Fusca Azul conta o racismo sofrido por Patrick, um jovem negro da periferia atacado por uma gangue neonazista. A trama do filme se desenvolve com as dúvidas do garoto em como encarar a intolerância e o medo da violência no lugar onde mora.

 

O filme foi dirigido por Wesley Gabriel, membro do Coletivo Kinoférico, grupo de cinema independente que atua no bairro dos Pimentas. No ano passado, o coletivo ganhou dois prêmios no Festival GO Filmes, em Goiânia. O curta No Rolê, que também foi dirigido por Wesley Gabriel, venceu nas categorias de Melhor Direção Nacional e Melhor Edição Nacional.

 

A entrada para a atividade é gratuíta e após a exibição dos filmes haverá um debate entre os participantes. A presença do diretor do curta-metragem está confirmada, sendo assim essa é uma oportunidade de aproximação do público com realizadores que fazem parte da cena de cinema independente da cidade.

 

O Cineclube Incinerante realiza sessões mensais, sempre no último sábado do mês, em diferentes pontos da cidade de Guarulhos.  A programação pode ser obtida por meio das páginas do Cineclube nas redes sociais.

 

Serviço

Evento: Sessão do Cineclube Incinerante

Data: 26 de janeiro de 2019

Local: Sindicato dos Bancários de Guarulhos (Rua Paulo Lenk, 128 – Centro)

Horário: 18hs

Filmes exibidos: Soy Cuba e Fusca Azul (curta-metragem)

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

loading