Executivo é demitido por defender que mulher não tem direito à opinião

No mês das mulheres, uma empresa teve uma ação justa diante de um caso de machismo. Um funcionário da empresa Promarc foi demitido ao publicar um post machista em seu perfil pessoal no twitter. “Saudade do tempo que mulher dava b*** e não opinião”, afirmou.

 

Após a repercussão negativa, a companhia informou, por e-mail que demitiu seu colaborador. “Caro***, o sr Milton foi demitido graças a pessoas como você que o denunciaram”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *