Funcionários do BNDES aprovam acordo de PLR

Os funcionários dos escritórios regionais do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) de São Paulo, Brasília e Pernambuco aprovaram, em assembleias realizadas na sexta-feira (28), a proposta de Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) de Participação nos Lucros e/ou Resultados (PLR) de 2021. A base do Rio de Janeiro já havia aprovado o acordo em assembleia realizada no dia 30 de dezembro.

 

“É um acordo celebrado num cenário de ataques aos direitos da classe trabalhadora, com a luta, a resistência e a unidade dos funcionários, fundamentais para a manutenção dos direitos previstos na Convenção Coletiva de Trabalho”, afirmou o vice-presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), Vinícius de Assumpção, ao lembrar que, neste último período, a direção do BNDES age de uma forma como se o funcionalismo e as entidades representativas fossem inimigas da instituição.

 

Em Brasília, o acordo foi aprovado com 100% dos votos. Em São Paulo, com 92%, e em Pernambuco, com 68,75%. No Rio de Janeiro, onde trabalha a maioria dos funcionários do BNDES, a proposta havia sido aprovada com 67,64% dos votos.

Estabilidade

 

 

Nas mesmas assembleias os funcionários também aprovaram o Termo Aditivo do Acordo Coletivo de Trabalho 2020/2022 referente à proposta de modificação da cláusula 6ª (“cláusula de estabilidade”).

 

Os acordos são válidos para todos os funcionários do Sistema BNDES, que além do banco englobam aqueles que trabalham na BNDES Participações S.A (BNDESPAR) e na Agência Especial de Financiamento Industrial (Finame).

 

Fonte e imagem: Contraf

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

loading