Globo é obrigada a destacar Paraíso de Tuiuti por 2° lugar no carnaval carioca

Após desprezar o desfile da escola de samba Paraíso de Tuiuti, a Globo foi obrigada a destacar seu vice-campeonato na edição do Jornal Nacional desta quarta-feira, 14, com uma reportagem que passou dos dois minutos em sua programação. O enredo da escola foi marcado pelo protesto e falou sobre o golpe à democracia com o impeachment da presidenta Dilma e criticou as reformas do presidente ilegítimo Michel Temer.

 

 

Mesmo com a omissão da emissora carioca, o povo aprovou o desfile e foi às redes sociais para mostrar apoio à escola. Os jurados, igualmente, reconheceram o trabalho e deram notas 10 ao enredo e, também, às fantasias.

 

 

Em um de seus carros alegóricos, um vampiro com faixa presidencial representava Temer e, sob ele, mãos gigantes manipulando foliões com a camiseta da seleção brasileira e panelas nas mãos, uma clara alusão às manifestações de 2014. “Manifestantes retratados como fantonches manipuláveis nas mãos dos grandes grupos”, disse a repórter do Jornal Nacional durante a reportagem, sem citar, obviamente, que um dos grandes grupos responsáveis pela manipulação da população é a própria Rede Globo.

 

 

Após a conquista do inédito segundo lugar, a escola divulgou uma nota nas redes sociais. “O sonho foi maravilhoso… Nosso desfile mais ainda! Eu acho que acabamos com o preconceito de “bandeira presa”. Tuiuti, sim! É escola grande, vão ter que respeitar nossa bandeira, nossa história! Obrigado a todos que estavam na torcida. Somos campeões do povo!”, diz o texto. A diferença da Paraíso de Tuiuti para a Beija-Flor de Nilópolis, campeã do carnaval, foi de apenas um décimo.

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

loading