Presidente da CUT diz que STF coloca todos os brasileiros no banco dos réus

O presidente da CUT, Vagner Freitas, se solidariza em nota com a senadora Gleisi Hoffmann, presidenta do PT, que está sendo julgada pela Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) nesta terça-feira (19), em mais um caso de delação sem provas, de acusação frágil e descabida.

 

Para Vagner, ao colocar Gleisi no banco dos réus, os ministros julgam, também, todos que lutam por uma Nação com mais justiça social. Esse julgamento, diz na nota, é mais um ato entre tantos outros cujo objetivo é criminalizar o PT e os petistas.

 

Leia a íntegra da nota: 

 

Quando o Supremo Tribunal Federal iniciar nesta terça-feira (19) o julgamento da presidenta do PT e senadora Gleisi Hoffmann, estaremos juntos no banco dos réus todos nós, brasileiros e brasileiras, que lutamos por uma Nação com oportunidades iguais para todos, com distribuição de renda, justiça e inclusão social, pois é isso o que de fato estará sendo julgado.

 

O caminho das acusações que levam pessoas honradas como a Gleisi ao banco dos réus a gente já conhece: um corrupto é pego praticando um crime e delata um petista, que vira o foco principal de todo o processo, independentemente da fragilidade das acusações, da falta de provas. A mídia sensacionaliza e cobra medidas urgentes.

 

Está formado o teatro para condenar mais um petista.

 

Os líderes da cruzada para criminalizar o PT não dão tréguas, exigem providências e atacam diariamente às lideranças petistas, em especial, as que mantêm o partido próximo do povo, atento aos seus anseios e necessidades.

 

A cruzada da CUT é denunciar essa perseguição, é prestar irrestrita solidariedade e apoio aos companheiros e companheiras como a Gleisi, vítimas de um sistema judiciário que há muito deixou de lado as questões jurídicas para atuar como uma instância política.

 

Estamos com você, Gleisi.

 

Vagner Freitas

 

Presidente da CUT

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *