Financeira descumpre CCT e se nega a pagar PLR

Diante de várias denúncias de diferentes regiões do Brasil, a financeira Portocred, com sede em Porto Alegre e opera em todo o país, se nega a pagar a PLR a seus funcionários. A postura descumpre a Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) assinada em 30 de outubro, entre a Comissão de Organização dos Financiários e a Federação Interestadual das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Fenacrefi).

Segundo relatos, a empresa alega que não obteve lucro. “Sabemos que esta justificativa não é verdade, visto que a Portocred teve lucro líquido de R$ 5,73 milhões no primeiro semestre deste ano, conforme demonstra seu próprio balanço. E mesmo que tenha sido um lucro não esperado, a financiadora tem que cumprir o acordo assinado”, contesta Jair Alves, coordenador da Comissão de Organização dos Financiários.

Pelo acordo, as financeiras deveriam fazer o depósito da participação nos lucros até o dia 10 de novembro. O que não ocorreu.

Representantes dos trabalhadores esperam que a financeira cumpra com este compromisso assinado. “Estamos aguardando o retorno dos responsáveis da empresa para conversar”, finalizou Jair.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

loading