A pandemia não acabou! Comando Nacional cobra Fenaban para que bancári@s com comorbidades não retornem ao trabalho presencial

A falsa sensação de segurança com a queda dos números de óbitos e contágios pelo Coronavírus não são o passaporte para que pessoas  pertencentes ao grupo de risco voltem ao trabalho presencial, principalmente agora que a pandemia ganha novos capítulos com o surgimento de uma nova variante do coronavírus – identificada na África do Sul – que pode ter uma capacidade ainda maior de contágio e traz consigo a incertezas e a possibilidade de uma nova onda provocada pela nova cepa, chamada de Ômicron.

 

 

Por esse e tantos outros motivos, o Comando Nacional d@s Bancári@s reuniu-se com a Comissão Nacional de Negociações da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) nesta segunda, dia 29 de novembro, para posicionar-se contra a volta de bancários e bancárias com comorbidades aos seus postos presenciais de trabalho e também para discutir a manutenção dos protocolos de segurança contra a Covid-19. A Fenaban ficou de discutir a reivindicação do Comando sobre o retorno e agendou uma nova reunião que deve acontecer nos próximos dias.

 

 

O Banco do Brasil é uma das instituições que tem cercado e convocado funcionários e funcionárias do grupo de risco, com exceção das gestantes, para que retornem ao trabalho presencial. A princípio o informativo soou como um “convite”, mas em seguida o comunicado chegou como uma convocação, sem a cobrança do ciclo vacinal completo. “O Sindicato é contra e não concorda com essa medida unilateral e irresponsável do Banco do Brasil, nossa orientação é para que os bancári@s em home office – principalmente os que fazem parte do grupo de risco – exijam uma convocação formal de seus gestores para que fique claro de que trata-se de uma convocação do banco e não de um retorno espontâneo d@s funcionári@s”, explicou João Cardoso, diretor do Sindicato e bancário do BB.

 

 

Cardoso ressalta também que é importante que @s bancári@s convocados passem por avaliação médica para obter atestado para o retorno ao trabalho presencial. “Não importa se pela Cassi, Sesmt ou médico auxiliar, procure um profissional e busque orientação”.

 

 

Conte com o Sindicato – O Sindicato dos Bancários de Guarulhos e Região está ao lado da categoria e lutará pela segurança d@s bancári@s. Nos comunicados enviados, o Banco do Brasil estipula o retorno gradativo para que no final de dezembro 100% de seu efetivo esteja de volta às agências.

 

 

O Comando Nacional está na batalha para que esses bancári@s não sejam obrigad@s a retornarem para o trabalho presencial, mas enquanto não há retorno da Fenaban sobre a reivindicação e haja insegurança no retorno, a orientação é de que busquem o Sindicato através dos seus canais de comunicação (telefone 11-2440-7888/ whatsapp 11-97643-2611) ou diretamente com o diretor João Cardoso, dirigente sindical do BB.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

loading