Juízes recebem auxílio moradia e usam para outros fins

Levantamento feito pela Folha de São Paulo constatou que quase metade dos juízes da cidade de São Paulo que recebem auxílio-moradia mensal de 4 mil e 300 reais têm casa própria na Capital. Muitos deles tem várias propriedades na cidade. Um deles, desembargador do Tribunal de Justiça, recebe o auxílio-moradia mesmo sendo proprietário de 60 imóveis. Ele alega que recebe porque todos os outros recebem e porque o benefício foi autorizado pelo Conselho Nacional de Justiça e estendido a todos os juízes do Brasil por ministro do Supremo Tribunal Federal. Os desembargadores do Tribunal de Justiça de São Paulo recebem um salário de 34 mil reais e os juízes um salário em torno de 30 mil reais.

Entre os beneficiados com imóvel próprio está o juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Criminal Federal de Curitiba, que tem um apartamento de mais de 250m2 bem perto do tribunal onde trabalha. Tem também o juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Criminal do Rio de Janeiro, cuja esposa também recebe o auxílio-moradia, apesar de resolução do CNJ proibir a remuneração a casais que morem sob o mesmo teto.

 

JUÍZES RECEBEM O AUXÍLIO MORADIA, MESMO TENDO CASA PRÓPRIA NA COMARCA ONDE TRABALHAM E ACHAM QUE DESVIAR O USO DE UM BENEFÍCIO NÃO É FRAUDE

 

O auxílio moradia é um benefício que deveria ser usado no pagamento do aluguel para o juiz e sua família, ou seja, um juiz que possui casa própria na comarca onde trabalha não poderia receber o auxílio e, se o recebesse, deveria ser visto com uma fraude. Em janeiro deste ano, o Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDS) cancelou 2372 benefícios do Bolsa Família na cidade de Guarulhos, essas famílias perderam o benefício porque tinham uma renda acima de meio salário mínimo. Agora, um juiz que tem casa própria receber auxílio moradia é visto como algo correto e não como uma fraude. Há casos de juízes com 20 imóveis próprios, outros com 5 ou mais imóveis que recebem o benefício.

 

Fonte Gru360.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

loading