Luta dos bancários vale a pena: Fenaban recua e não haverá retirada de direitos. Negociação continua nesta sexta

Só a luta garante a manutenção dos direitos dos bancários e bancárias. A pressão e a união da categoria, dos Sindicatos e do Comando Nacional foi eficaz e garantiu o recuo dos bancos na proposta que pretendia retirar direitos dos trabalhadores e trabalhadoras, como a PLR para funcionárias em licença-maternidade. Além disso, não haverá mais a retirada de direitos e nem a supressão de cláusulas da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT).

Após a importante conquista de manter os direitos da CCT intactos, o movimento sindical cobrou o aumento real a ser apresentado, mas a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) pediu uma pausa para tratar o assunto com os bancos. Desta forma, a reunião entre os representantes dos bancários e as instituições financeiras será retomada nesta sexta-feira, dia 24.

Bancos públicos – Os acordos específicos de Banco do Brasil e da Caixa Federal serão debatidos assim que encerradas as negociações com a federação dos bancos.

Questões centrais para os trabalhadores dos bancos públicos precisam ser resolvidas, como os altos valores cobrados pelo Saúde Caixa, a PLR Social, os ciclos avaliatórios no BB. Os bancários estão mobilizados e já avisaram em assembleias e atos por todo o país que não aceitarão nenhum direito a menos.

Fonte: Contraf-CUT

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

loading