Santander: + Lucro – Segurança

Já não basta para o Santander bater recordes de lucratividade no Brasil às custas do esforço dos brasileiros e brasileiras, agora é preciso também economizar nos investimentos em segurança e expor seus funcionários ao perigo.

 

Como parte de sua reestruturação e a adoção de um novo modelo de agência, o Banco Santander iniciou a retirada das portas de segurança. Numa sociedade cada vez mais violenta tal postura é injustificável, ainda mais diante dos lucros altíssimos alcançados.

 

Os bancários e bancárias já enfrentam o estresse diário das cobranças por metas abusivas, do medo de perder o emprego e das constantes mudanças no sistema financeiro. Por sua vez, os clientes pagam altas tarifas e não têm um atendimento de qualidade, não é justo que sejam expostos a um ambiente inseguro.

 

Os primeiros relatos que o Sindicato recebeu são de que clientes, bancários e até os seguranças que trabalham nestas agências têm se sentido inseguros com as condições impostas pelo banco.

 

O Sindicato, em reunião com o Superintendente Regional de Guarulhos, deixou claro que não concorda com a retirada das portas de segurança, seja em agências ou postos de atendimento. “Não é possível que com a desculpa de agilizar o atendimento exponha clientes e funcionários ao perigo”, reforça Jessé Costa, diretor do Sindicato e funcionário do Santander.

 

São várias as leis que responsabilizam o banco pela segurança das pessoas em suas dependências, inclusive o Código Penal Brasileiro tipifica como crime “Expor a vida ou a saúde de outrem a perigo direto e iminente”. “É um princípio do Sindicato valorizar a negociação na busca da solução de conflitos, mas se essa situação permanecer buscaremos outras alternativas, inclusive judiciais, para que esse direito seja garantido”, diz Carlos Gomes, funcionário do banco e diretor do Sindicato.

NÃO ACEITE AMBIENTES INSEGUROS
DENUNCIE
Banco Central: 0800 979 2345
Ouvidoria Santander: 0800 762 7777

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

loading