Assédio moral no Bradesco

A prática de assédio moral parece ter tornado-se rotina nas agências do banco Bradesco. Desde a chegada do Gerente Regional Cumbica, o Sindicato tem recebido inúmeras denúncias de bancários e bancárias cansados da pressão para o cumprimento de metas, mas principalmente exautos pela forma como são cobrados.

O superior adotou métodos “criativos” no dia a dia para avaliar o desempenho dos trabalhadores, totalmente fora do escopo da política de Recursos Humanos.

Entre as “novidades” estão uma sala de coaching e uma árvore maldita, onde os funcionários e funcionárias são submetidos a constrangimentos, humilhações e exposição diante de seus colegas.Como se não bastasse, nas reuniões e áudio-conferências há relatos de ameaças e comparações de resultados individuais.Diante das denúncias, o Sindicato cobrará o Departamento de Recursos Humanos para que a instituição tome as devidas providências, mas sem deixar de acompanhar e fiscalizar os abusos cometidos por este gestor.Caso haja denúncia de assédio moral em sua agência, denuncie ao Sindicato. Basta acessar o site www.bancariosdeguarulhos.com.br e enviar o seu relato ou entrar em contato através do telefone 2440-7888.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *