Com 14 anos de atraso, trem de Guarulhos é entregue em ano eleitoral

Como é de praxe do governo Tucano, o trem de Guarulhos foi entregue à população no último sábado, dia 31, em pleno ano eleitoral, mas com 14 anos de atraso. A linha 13-Jade da CPTM liga São Paulo ao Aeroporto Internacional de Cumbica, com estações no Cecap, circulará aos sábados e domingos das 10h às 15h, gratuitamente durante um mês. A promessa de Alckmin é de que a entrega seria em 2004.

 

A linha que corta a cidade tem 12,2km de extensão e três estações: Aeroporto, Cecap e Engenheiro Goulart, já em São Paulo, onde haverá integração com a linha 12-Safira (Brás – Calmon Viana) da CPTM.

 

 

Trajeto final até Aeroporto será feito de ônibus – Engana-se quem pensa que o passageiro com destino ao Aeroporto de Guarulhos utilizará apenas o novo trem. Apesar de ter sido inicialmente projetada para chegar ao terminal 3, o internacional, a estação foi construída próximo ao terminal 1 (onde operam as companhias Azul e Passaredo), o que os deixará distantes da área de embarque. Quem quiser chegar aos terminais do Gru Airport, terá que atravessar uma passarela e pegar um ônibus custeado pela concessionária.

 

Atrasos na obra – Alckmin prometeu um trem que ligasse Guarulhos à Capital até 2004 em seu primeiro mandato, no início dos anos 2000. Em 2007, já na gestão de José Serra, a entrega foi anunciada para 2010, mas ainda em 2009, mudaram a data para a Copa de 2014, porém a obra não saiu do papel.

 

Em 2015, o governo estadual voltou a pensar no projeto e prometeu que o entregaria em 2017, o que não aconteceu. Somando 14 anos de atraso, o trem foi entregue em março de 2018.

 

 


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

loading