Sindicato dos Bancários de Guarulhos e Região repudia fala de Igor Puga, diretor do Santander

O Sindicato dos Bancários de Guarulhos e Região vem a público repudiar a infeliz fala do diretor de marketing do banco Santander. Igor Puga disse em um grupo de whatsapp, no dia 16 de maio, que “tem gente que quer ser mandada embora do Santander” simplesmente porque bancários e bancárias querem continuar com o trabalho em Home Office durante a pandemia. As palavras ganharam destaque ao serem publicadas na Coluna S.A Folha, do Jornal Folha de São Paulo, no dia 19 de maio.

 

Ao verbalizar o que pensa sobre funcionários e funcionárias oriundos do Banco Banespa e Banco Real e que dedicam suas vidas ao duro trabalho nas agências há 20 ou 30 anos, Puga deixa claro o desprezo do Santander por aqueles que são os principais responsáveis pelo crescimento anual dos lucros do banco espanhol no país.

 

Confortável para fazer tais afirmações em um grupo com mais de 200 pessoas, o diretor de marketing prova mais uma vez que o bem estar da categoria não é prioridade da instituição. Exemplo recente e anterior a essa deplorável situação, e que prova que o banco não respeita seus funcionários, foi a retirada dos equipamentos de segurança de agências da nossa base.

 

O Santander não se manifestou sobre as declarações de seu executivo, o que reforça o posicionamento da instituição na fala de Puga.

 

A diretoria do Sindicato espera que o banco se posicione, em respeito aos bancários e bancárias que trabalham para o banco espanhol e que foram diretamente ofendidos por um representante da instituição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

loading