Sindicato negocia reintegração de bancário do Bradesco

Um bancário do Bradesco, demitido em setembro deste ano, foi reintegrado ao quadro de funcionários do banco após árdua negociação entre o Sindicato e instituição. O funcionário M. G. procurou o Sindicato dos Bancários logo que foi informado de seu desligamento e orientado a buscar ajuda médica, com o laudo em mãos, a documentação foi enviada ao Bradesco.

 

“Foi uma negociação demorada, o banco abriu o seu Programa de Demissão Voluntária e está focado nisso. A reintegração aconteceu quase um mês após a demissão, no dia 22 de outubro. Mais uma vitória, que prova a importância de procurar o Sindicato em casos de desligamento para análise de cálculos e busca de informações”, explicou a secretária de Saúde, Daniela Cucio. Atualmente, o bancário encontra-se afastado para tratamento de saúde.

 

Homologação com participação do Sindicato – Apesar da lei 13.467/2017, que instituiu novas regras trabalhistas e dispensar a obrigatoriedade de homologar no Sindicato, os bancários e bancárias podem buscar orientação para que sejam feitos os cálculos rescisórios e devidas orientações.
Além disso, é direito do trabalhador e da trabalhadora exigir o acompanhamento de um terceiro nesse processo ou solicitar um período de análise da documentação antes de assinar. Se houver pressão para assinatura, o bancário e a bancária devem buscar orientação jurídica no Sindicato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

loading