Guarulhos voltará a cobrar Zona Azul em 90 dias

Guarulhos voltará a ter o sistema de cobrança para estacionamento rotativo em até 90 dias. Serão 2.994 vagas, sendo 200 destinadas para idosos, 128 para deficientes e 128 para motociclistas. O tempo de permanência não muda, sendo tempo mínimo de meia hora e máximo de duas, e a reserva será feita através de aplicativo instalado no celular ou ainda através de um cartão virtual dos monitores do sistema, que trabalharão nas ruas para atender o público.

 

Haverá um monitor para cada 100 vagas e o motorista poderá adquirir o seu ticket com cartão de débito ou crédito. Com esse sistema, o usuário não poderá ultrapassar as duas horas máximas de permanência, não sendo possível comprar uma nova vaga, ou seja, quando o tempo máximo esgotar, o motorista deverá retirar o veículo ou será multado.

 

A implantação só é possível em razão da aprovação do projeto lei 2.395/2018, de autoria do Executivo, pela Câmara Municipal, em sessão extraordinária de 21 de agosto.

 

Devolução de créditos –  A STMU ainda esclarece que não houve rompimento de contrato com a  Serttel (empresa que administrava os serviços da Zona Azul na cidade). A contratação foi feita por um período de cinco anos, com possibilidade de prorrogação por mais cinco (o que aconteceu). Mas ao final desse período, sob o ponto de vista legal, não poderia mais ser prorrogado. Por esse motivo, a saída da empresa foi inevitável.

 

Em relação aos créditos adquiridos pelos consumidores no período em que o serviço da Zona Azul esteve desativado, todos vão ser ressarcidos, pois eles não expiraram. Continuam válidos e assim que o processo de licitação estiver concluído, com a contratação da nova empresa, eles poderão ser utilizados normalmente pelos usuários do sistema.

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

loading